Eles nos amam. Mas negócios à parte.

Já disse mais de uma vez o quanto os moçambicanos gostam do Brasil. Mas eles também querem seu espaço – claro, aqui, principalmente.

Logo aí abaixo, um exemplo. Moçambique compra muito frango brasileiro – aqui, aliás, eles dizem mais “galinha”. Uma delas foi à TV mostrar suas qualidades e ressaltar, com um meneio de corpo, os defeitos da congênere que cruza o Atlântico.

Ó só:

Dia da África na TV Brasil

Aqui, a reportagem que fiz aqui em Maputo. Ouve duas das maiores personalidades moçambicanas do mundo das artes e cultura: a atriz Lucrécia Paco (já falei dela aqui outro dia, quando ela contou na TV aqui de Moçambique que a única vez que foi vítima de racismo foi no Brasil – óiaqui) e Severino Nguenha, bacharel em Teologia, Doutor em Filosofia e professor da Universidade Lousanne, na Suíça.

Na mesma gravação você vê o quadro “Repórter Brasil Explica” com as razões pelas quais 25 de maio é o Dia da África.

E teve mais. Ó: esta reportagem veio da Bahia. Também sobre o Dia da África.