Subiu a gasolina. Lembra como era?

Foi quinta-feira, fim da tarde. Aumento do combustível! Logo depois o ministro da energia estava no telejornal, explicando os motivos. É o tal “mercado internacional do petroléo”. Todo mundo perde, menos as petrolíferas. O diesel foi de R$ 1,40 para R$ 1,55 o litro. Gasolina foi de R$ 1,55 para R$ 1,58.

Barato? Não pra quem ganha em meticais – cada real compra 20. E subiu o diesel, vai subir o chapa e o frete. Sobem os preços imediatamente, mas o salário não – como em qualquer lugar do mundo.

“Chapa 100” – ou só chapa – é o transporte mais popular de Maputo. São as vans, que trafegam lotadas e – até hoje – custam 5 meticais dentro da cidade, 7,50 pra mais longe e dez quando é muuuito longe. A txopela que me trouxe em casa hoje já cobrou mais caro. Não adiantou chorar (o que é a txopela? Não confunda com maximbombo… Clique aqui e veja no Mosanblog).

Para diminuir a carga nos mais pobres, o governo manteve a isenção do imposto do querosene usado nos candeeiros (muito comum para iluminar as casas, principalmente no interior) e o corte nos impostos dos combustíveis usados na agricultura, pesca e exploração mineira.

Lembra quando, no Brasil, o combustível era tabelado e tinha aumento? Dava plantão, interrompendo a programação das TVs e das rádios. Hoje não tem preço tabelado… só uma mera coincidência nos preços. Coincidência, viu? Não é cartel não.

Anúncios

2 comentários em “Subiu a gasolina. Lembra como era?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s