E os bichos?

Notei ontem, ao correr os olhos pelos VTs que estão aqui no blog, que nem um único e escasso bicho apareceu nas minhas reportagens durante a Copa.

Se não estiver enganado, os animaizinhos e animalões também não brilharam nas reportagens do Herbert Henning ou do Rogério Bastos Medeiros.

Acho que é uma prova da tentativa que fizemos de mostrar uma Copa – e uma África – diferente dos demais canais. Evitando (ao menos tentando) estereótipos, aprofundando nos assuntos, deixando de lado os preconceitos ou pré-concepções.

Em um de seus bem humorados discursos na África do Sul, Lula disse algo que tento evitar desde que cheguei aqui, há 3 meses: “Sempre que querem mostrar algo bonito da África, mostram um leão correndo”.

A África é bem mais que isso. Como é bem mais que a fome e a pobreza. Tem isso também, claro, e, por isso, precisamos mostrar… também. Mas não só.

Na hora de escolher um título para o blog, fiz uma brincadeira com essa coisa de associar a África aos bichos. Mas acho que ficou claro tratar-se de uma ironia. Ao menos espero que tenha ficado.

É. Aqui não tem leão correndo. Só o elefante no retrovisor.

Anúncios