O preço do pãozinho e os plantões da gasolina

Quando eu comecei no jornalismo não existia celular, internet ou computador na redação.

Na Rádio Trianon, na Avenida Paulista 900 – 1o andar, o máximo da modernidade era uma máquina de telex que recebia as agência Globo e Estado fazendo aquele barulho de tecla batendo: tec, tec, tec…

Seu Fernando (Vieira de Mello, pai), meu chefe, não deixava sequer o papel de fax direto no telefone, porque gastava muito. “Nunca me mandaram nenhum furo pelo fax”, dizia ele.

O jeito era bater perna na rua e gastar o dedo no telefone. Por segurança, gravava-se a concorrência em fita de rolo. Era a função do radioescuta: sentava a bunda na cadeira em frente à máquina, ouvia o jornal da Jovem Pan e da TV Globo, ía numerando as manchetes e anotando o contador do gravador:

1) 000 -Palmeiras ganha por 4 a 0;
2) 012 -Técnico do Córintchia é demitido;
3) 024 – Jogador do São Paulo diz que isso não significa nada;
e assim por diante.

Mas não só: tinha que prestar atenção aos plantões. Principalmente os dos aumentos dos preços tabelados – principalmente o de aumento da gasolina.

Como nossa cobertura em Brasília era fraca, o jeito era ouvir o outros.

Radioescuta que perdesse o plantão corria o sério risco de seguir perdendo- a confiança da chefia, a chance de sair daquela salinha para outro canto mais interessante, e até o emprego.

Lembrei de tudo isso enquanto escrevia a reportagem que mandei abaixo para a Agência Brasil.

Anos que já lá vão.

27/08/2010
Preço do pãozinho sobe 17% em Moçambique

Eduardo Castro
Correspondente da EBC na África

Maputo (Moçambique) – O preço do pãozinho vai subir 17% em Moçambique a partir de 1º de setembro. A Associação Moçambicana de Panificação (Amopão) informa que a decisão é justificada pelo acréscimo dos custos, principalmente da farinha de trigo, energia elétrica, água e do fermento.

Todos os tipos de pão devem ficar 1 metical (MT) – a moeda nacional – mais caro (R$ 0,05). Mas alguns revendedores – conhecidos no país como “depósitos de pão” – já elevaram os preços da unidade de MT 4,00 para MT 6,00.

Nos últimos meses, foi grande a oscilação do MT frente ao rand (R) sul-africano, o que afeta fortemente os valores dos produtos importados. Um rand (aproximadamente R$ 0,24) valia MT 3,72 em dezembro do ano passado. Agora já é negociado a MT 5,00.

Moçambique consome, em média, 485 mil toneladas de trigo por ano e 98% são importados. Nos últimos dois anos, graças às mudanças dos preços do petróleo no mercado internacional, o valor cobrado pelo frete por tonelada do trigo trazido para o país mais que dobrou.

Além disso, desde 2007 grandes secas têm afetado a produção do grão em países fornecedores, como a Ucrânia e a Rússia. A produção do Norte da África também foi afetada pelos mesmos motivos. Já na Austrália, foram as inundações que reduziram a safra e, consequentemente, causaram impacto no preço.

Em 2008, o Instituto de Investigação Agrária de Moçambique iniciou estudos para substituir parte do trigo utilizado na fabricação de pão por mandioca, que já tem produção anual de 7 milhões de toneladas. A mandioca é o milho respondem, juntos, por metade da cultura de alimentos do país.

O consumo de trigo per capita na África é o mais baixo do mundo. Segundo o Fundo das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), um africano compra, em média, 46,3 quilos (kg) do grão por ano. A média mundial é de 67 kg. O maior consumo está na Europa, 110,9 kg por habitante/ano. Na América do Sul, a média é de 55,7 kg.

Anúncios

Um comentário em “O preço do pãozinho e os plantões da gasolina

  1. Interessante esses números da FAO!
    Adorei a retrospectiva ao início da sua carreira… Engraçado que qdo você falou do telex, me veio a lembrança as “famigeradas fitinhas cheias de furos” que tanto enrolei para guardar no Banco…. pena que a máquina não mandava os furos que o seu chefe esperava né? Hahahaha. Grande abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s