Embarque imediato: carroceira 4. Boa viagem


Imagine uma daquelas velhas Kombis que, ao invés de passageiro, levava carga ao ar livre, sem cobertura na carroceria. Imaginou?

Pois na carroceria, onde ficava a carga ao ar livre, cercado por umas ripinhas coloridas, coloque cadeiras de plástico – daquelas de boteco, com nome de cerveja e tudo. Colocou?

Agora encha a carroceria de gente: homem, mulher, criança, velho, mais velho, mais criança, mais velho, mais criança, mais criança, pastor evangélico pregando, caixa disso, caixa daquilo, galinha viva, sacola de compras. Encheu?

Agora dobre a quantidade de gente, sacola, caixa, pastor, galinha, e jogue um bode por cima de tudo. Jogou?

Ponha na pista e faça parar em cada ponto. Pronto e acabado, é o retrato de alguns carros de transporte que vi nos últimos dias.

Os chapas (as vans – tecnicamente chamados de “semicoletivos”), que já não são uma maravilha, somem das ruas para fazer transporte de passageiros interurbano durantes as festas. Esse tipo de carro faz as vezes.

Ou é isso, ou é a pé. Ônibus (os “machimbombos”) são poucos.

Vou lembrar dessa turma da próxima vez que der vontade de reclamar por ter de esperar no aeroporto.

Anúncios

Um comentário em “Embarque imediato: carroceira 4. Boa viagem

  1. Kkkkk. Jesus, estou me abrindo de rir até agora, tentando imaginar tudo o que você recomendou. É a treva um negócio desse. E os brasilienses ainda reclamam dos coletivos né? E dos aeroportos que muitos chamam de aerocaos!!!! Grande abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s