Mas se fosse só o Carlos do Carmo…

Acabo de ver Alejandro Sanz na TV.

Hoje sei bem que ele é.

Mas, há alguns (muitos) anos, ao sair do estúdio da Rádio Bandeirantes, notei uma confusão no fundo do corredor. Era um monte de menina gritando, do lado de lá da porta de vidro.

“É algum cantor popular dando entrevista ali na BAND FM”, pensei eu, indo para o banheiro e me aproximando da muvuca.

Ao chegar mais perto, perguntei para um baixinho de bigode fininho, que estava encostado no vidro do estúdio: “Quem é a estrela que está aí?”

“Julio Iglesias!”, disse o baixinho. Dei uma risada com ele e fui em frente. Julio Iglesias certamente não era, pois a BAND FM tinha um perfil de público mais popular. E – sem ofensas – se fosse Julio, as meninas ali na porta seriam ligeiramente mais velhas.

Na volta do banheiro, entrei na redação e perguntei pra alguém, de novo, quem era a estrela que estava na BAND FM.

“Alejandro Sanz!”, foi a resposta – essa, sim, bem mais possível.

“Ah”, disse eu. “Esse eu só conheço de nome. Cadê ele”?

“É aquele ali”, me disse a colega. Apontando para o baixinho de bigode fininho, encostado no vidro do estúdio.

Um comentário em “Mas se fosse só o Carlos do Carmo…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s