Lula, os empresários e os predadores

Na coletiva, o presidente disse que fez o comentário sem ter ouvido ninguém reclamar diretamente.

Mas eu, que moro aqui, tenho escutado os primeiros murmúrios contra o Brasil. Algo até natural para quem começa a ocupar espaço.

A China também é alvo. Mas – cá entre nós – eles fazem por onde: trazem até os trabalhadores para as obras que constróem aqui.

O Brasil faz bem de demonstrar que seu interesse na África é muito mais profundo que o buraco aberto por qualquer mineradora.

O Lula fala toda hora da “impagável dívida histórica”. Mas também na cooperação “sem imposições.”

Deve ser assim. E não pode deixar de ser.

Caso contrário, traria só escavadeiras. Mas trouxe microscópios, livros, computadores.

E conhecimento.

Reportagem da Agência Brasil.

09/11/2010
Lula pede que empresários brasileiros não atuem como predadores na África

Eduardo Castro
Correspondente da EBC na África

Maputo – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva exortou hoje (9) os empresários brasileiros que atuam na África a não serem “predadores”. “As empresas brasileiras não estão aqui apenas para explorar o potencial mineral de Moçambique”, disse Lula, ao discursar durante jantar oferecido pelo presidente moçambicano Armando Guebuza à delegação brasileira. “Estão aqui para ajudar as economias desses países também”.

Depois de ouvir vários elogios na fala do presidente Guebuza, Lula afirmou que a presidenta eleita Dima Rousseff irá manter a política de valorização do relacionamento com o Continente Africano. “Vai continuar e se fortalecer. Estamos apenas começando”.

Segundo ele, a “dívida histórica” do Brasil com a África é impagável em termos financeiros, mas o Brasil tem conhecimento e está disposto a compartilhá-lo com os países africanos. O presidente mencionou as iniciativas de cooperação que o Brasil mantém com Moçambique, como o lançamento dos polos de ensino a distância ligados à Universidade Aberta do Brasil (primeiro evento do dia) e a construção de uma fábrica de remédios antiaids, que será visitada amanhã (10).

Antes do jantar, os presidentes Lula e Guebuza acompanharam a assinatura de atos e acordos bilaterais pelos chanceleres Celso Amorim e Oldemiro Baloi. Pelo primeiro, o governo brasileiro investirá cerca de R$ 900 mil (US$ 519 mil) em dois anos de projeto que prevê a instalação do banco de leite, aquisição de equipamentos, transferência de tecnologia e capacitação de profissionais. O banco de leite será instalado no Hospital Central de Maputo, o maior da capital moçambicana.

A cada mil crianças que nascem em Moçambique, 48 morrem nos primeiros 28 dias. No Brasil, são 13,8 óbitos por cada mil nascidos vivos. Estatísticas internacionais mostram que o leite materno pode reduzir até 13% as mortes de crianças menores de 5 anos.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil tem a maior rede de bancos de leite do mundo, com mais de 190 unidades que atendem cerca de 100 mil recém-nascidos por ano. Cento e quatorze mil mulheres doaram leite para o banco brasileiro no ano passado. A tecnologia brasileira de controle de qualidade e processamento do leite é referência para vários países latino-americanos, caribenhos, africanos e europeus.

Outro acordo assinado prevê cooperação técnica para criação de um instituto de excelência voltado à saúde maternoinfantil em Moçambique. O Brasil doará cerca de R$ 260 mil (US$ 150 mil) para a implantação de um centro de telessaúde da mulher, da criança e do adolescente, de uma biblioteca virtual em saúde e do programa de ensino a distância para capacitação de profissionais.

Edição: Nádia Franco

Anúncios

2 comentários em “Lula, os empresários e os predadores

  1. Já tivemos uma estatística ruim em mortalidade infantil e hoje temos a maior rede de bancos de leite do mundo. Um acordo nesse área pode fazer muito pelo continente africano. Parabéns pela matéria!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s